Seguidores

18.12.07

Anselmo Duarte

Anselmo Duarte é uma das mais importantes figuras do cinema brasileiro, tendo sido o primeiro do país a ganhar a Palma de Ouro com o filme “O pagados de promessas” de 1962. foi ator, diretor e roteirista.

O ator nasceu em Salto do Itu, em São Paulo, no ano de 1920. De família pobre (sua mãe era costureira), começou a trabalhar ainda criança e já tinha responsabilidades aos 8 anos. A única opção que tinha era ser operário (em sua cidade natal tinha a maior tecelagem da América do Sul e quase todos trabalhavam na fábrica). Trabalhou ainda como ajudante num cinema.

Fez sua estréia no mundo cinematográfico, ao lado de Tônia Carreiro em “Querida Suzana”, em 1947. Ainda com Tônia, ele fez o Zequinha de Abreu, no filme “Tico-tico no fubá” (1952). Foi o primeiro galã da Atlântida, estreando os primeiros sucessos da companhia.

Como diretor estreou em “Absolutamente certo”, onde trabalhou também como ator e roteirista. Em “O crime do Zé Bigorna”, reproduziu uma época áurea de 1928, com direito a imagens de filmes de Chaplin, guarda vigiando a platéia e baleiros vendendo balas, no cinema. Esse filme acabou fazendo muito sucesso na Itália e na Alemanha.


Mas seu grande marco foi mesmo “O pagador de promessas”, do qual participavam Leonardo Vilar e Norma Bengell. O filme, desacreditado por todos venceu com oito concorrentes antes de ser selecionado para representar o Brasil.

Depois do prêmio fez “Vereda em salvação”, que acabou desagradando a crítica, que dizia que o filme era ruim. O público acabou não o prestigiando. Acabou se tornando um filme maldito no Brasil.

Anselmo sempre se incomodou com o fato de ser considerado um galã, para ele isso era pejorativo, dizia até que isso era um azar, pois ele era tímido.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails