Seguidores

29.12.07

Brigitte Bardot em Buzios



Rio de Janeiro, 7 de janeiro de 1964. 5:00 da manhã. Aeroporto Internacional do Galeão. No Caravelle da Panair, vindo de Paris, está Brigitte Bardot. Fãs, fotógrafos e jornalistas se espremem aguardando. Ninguém podia acreditar, aos 29 anos de idade, sem nunca ter saído da Europa, Brigitte Bardot, a musa do cinema, resolve tirar umas férias no Brasil.

Brigitte Bardot em Búzios Ela quase não consegue sair do avião e ao ver o fusca de Afraninho Nabuco, amigo de seu namorado Bob Zagury (um marroquino-brasileiro que a conheceu na Europa), invadir a pista para resgatá-la, abandona passaporte, violão, oito malas e foge. Perseguido, o fusca segue a toda velocidade no recém inaugurado Aterro do Flamengo. Destino? Um apartamento na Av. Atlântica, perto do Copacabana Palace. Dias de trânsito parado e confusão na rua. Ninguém sai da frente do prédio. Todos querem sua imagem, autógrafo, entrevista ou pelo menos um sorriso ...

Conclusão: nem Brigitte Bardot via o Rio, nem o Rio via Brigitte. É feito um acordo. Brigitte daria entrevista e posaria para fotos, desde que a deixassem livre para circular. Assim acontece. Finda a entrevista, pé na estrada.

Destino? Armação dos Búzios. Naquele tempo, Búzios não tinha água encanada, luz ou telefone. A população era de 300 pessoas, todas vivendo da pesca. Finalmente a liberdade total! Brigitte nadava nua, comia frutas silvestres trazidas por crianças, brincava com pequenos animais, circulava descalça em quintais com porcos e galinhas criados soltos, comparava a espuma branca do mar ao Champanhe, sua bebida preferida. Sua amizade com os pescadores gerou histórias contadas com humor e o doce sabor das boas lembranças.


Depoimento de José Geraldo Chaves, filho do caseiro responsável pelo sítio na praia de Manguinhos, onde Brigitte ficou hospedada.

"Na época eu tinha 12 anos e colhia pitangas pra ela. Ela fazia xixi no mato, ajudava a puxar as redes dos pescadores e sentava na venda do meu Tio Ceceu para tocar violão. Usava um vestido curtinho e nada de calcinha. Na praia ficava nua. Por isso meu pai não gostava que eu fosse lá levar lanche pra ela".

Soca, mergulhador profissional. Quando criança ganhou a máscara de mergulho de Brigitte, com a qual iniciou sua carreira.

Fonte: http://www.buziosclass.com/buzios/historia.htm

Um comentário:

Roderick Verden disse...

Pôxa, como era sacana o pai do José Geraldo, não deixando o filho ir até a praia ver BB nua! Doze anos, é uma ótima idade. Os hormonios tão que tão!

Related Posts with Thumbnails