Seguidores

18.12.07

Greta Garbo

Greta Garbo nasceu em setembro de 1905, em Estocolmo na Suécia. Seu nome completo era Greta Louisa Gustaffson. Teve uma infância tremedamente infeliz, que, dizem, apesar do sucesso não conseguiu superar. Fez cursos de teatro, até que entrou no cinema fazendo alguns curtas. Em 1924 foi escalada por Mauritz Stiller (diretor finlandês) para fazer Gösta Berling’s Saga. No ano seguinte mudou-se para Hollywood, foi contratada pela MGM e fez ainda 10 filmes mudos, em Hollywood, antes de estrear no cinema falado.
Seu primeiro filme falado foi “Anna Christie, rodado em 1930. Ela ainda fez clássicos como “Mata hari” (1932), “Rainha Christina” (1933), “The painted veil” (1934), “Anna Karenina” (1935), “Ninotchka (1939) e “Two faced woman” (1941). Definitivamente, o filme que mais lhe marcou a carreira foi “A dama das camélias”, de 1937, em cenas marcantes como a que morria de tuberculose. Fez no total, 27 filmes.
Ela construiu uma imagem marcante, em parte ajudada por seu iluminador William Daniels, que sabia enquadrar a luz de forma que seus traços angulosos (quase masculinos) ficassem em destaque. Para os homens, essa mistura de mulher forte e olhos azuis penetrantes dava-lhe um ar de mistério. Bissexual, teve muitos amantes, numa lista que inclui Aristóteles Onassis, Cecil B. Mille, Mimi Pollak. Para muitos, a fotógrada Cecil Beaton teria sido seu grande amor.
Mas na verdade, Greta era uma mulher delicada e tímida. Além disso, não gostava da fama. Abandonou o cinema em 1942 e tentou viver anonimamente, adotando, inclusive um novo nome: Harriet Brown. Em parte conseguiu isso, mas nunca foi esquecida.
Greta morreu de câncer, aos 84 anos, em 1990.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails