Seguidores

26.12.07

James Dean: Eternamente Jovem

No dia 30 de setembro fazem 50 anos que o maior ícone que a juventude conheceu, se foi. Tinha 24 anos, era desconhecido do grande público e possuía muitas paixões, das quais, só foram reveladas anos após a sua morte. Jimmy teve seu nome em grandes manchetes nos principais jornais da época. Seu Porsche Spyder havia colidido em outro veículo nas estradas da Califórnia. O carro virou carcaça na hora, e Jimmy, quebrou o pescoço, chegando morto ao hospital.

Foram somente três filmes. Três e uma lenda. Antes de morrer, somente um deles havia chegado ao grande público: “Vidas amargas”. Em novembro estrearia seu novo filme “Juventude Transviada”, e ele terminava as gravações ao lado da Liz Taylor, de “Assim caminha a humanidade”.


Imaginam a confusão que era amar um ídolo recentemente morto? Foi o que aconteceu ele. Revistas tinham ele como principal matéria, e os cinemas lotavam com seus filmes, numa relação quase mórbida de seus novos fãs. Quer maior ícone do que aquele que morre como apregoa nas telas?

É, mas de todos, ele é o único que permanece jovem. Esquecemos o jovem Marlon Brando, também ícone, e nos apegamos a sua carreira futura. Com Jimmy não. Ele ficou congelado no tempo. Tão vivo quanto se estivesse ao nosso lado agora.

Vale a pena conferir:

Especial do uol sobre os 50 anos sem James Dean

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails