Seguidores

27.12.07

Liza Minelli

Deu para perceber que eu ando meio musical ultimamente, né? Pois é. Assisti na semana passada um documentário sobre a vida da Liza. Nenhuma novidade, já conhecia muita coisa. Algumas complementaram. Alguns fatos (e coisas que falam) da vida de Liza pra vocês:


- Quando Judy Garland anunciou que estava grávida de Vincent Minelli, houve piadinhas e coisas do tipo: havia boatos de que Vincent era gay, e diziam que para Dorothy engravidar, só sendo obra do Espírito Santo. Piadas à parte, Liza nasceu em 1946 com os olhos e boca do pai.


- A estréia de Liza nas telas foi em um filme de sua mãe, In the Good Old Summertime, de 1949. Tinha 3 anos.

- Ela, que sempre teve uma voz magnífica, fazia pequenas participações nos shows de sua mãe. Em 1963, aos 16 anos, partiu para fazer um musical, “Best foot forwart” na Broadway. Era o que queria.

- Chegou a estrear alguns shows, juntamente com sua mãe, mas a competição entre as duas era absurda. Ela disse em uma entrevista que quando estava no palco, sua mãe virara uma inimiga, mas quando saía dele, voltava a ser sua mãe. Isso acontecia, também, por causa da conhecida insegurança de Judy (e também seus problemas com as drogas).

- A própria Liza viria mais tarde a ter problemas com as drogas e bebidas, tal qual sua mãe. Só que com drogas mais pesadas.

- Cabaret foi o seu grande papel. Nele ela pôde provar ser uma atriz completa, e uma cantora magnífica, já que seu papel consistia em ser uma péssima cantora e dançarina. Ganhou o Oscar de 1972 por este filme.

- Casamentos: Peter Allen (morreu recentemente de aids), Jack Halley (coincidentemente, filho de Jack Haley, que fez o homem de lata do filme Wizard Of Oz), Mark Gero (escultor), David Gest (promoter). Todos eram gays.

- aos trancos e barrancos, ela ainda está aí. E não precisa mais provar que é filha de ninguém. Como negar que a melhor versão para a canção New York, New york é sua? Perdoe-me Frank, mas é.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails