Seguidores

26.12.07

Marilyn e a história de um vestido

No dia 19 de maio de 1962 foi organizada uma festa em comemoração ao aniversário de 45 anos do presidente Kennedy, realizada no Madison Square Garden. Peter Lawford, querendo homenageá-lo, havia combinado que o seu presente seria Marilyn Monroe. Ele teria conversado com ela, antecipadamente, e pedido que ela colocasse um vestido sóbrio, e que quando cantasse os parabéns, não sussurrasse, como era usual ela fazer.

Marilyn, claro, ficou tão empolgada que decidiu fazer uma “surpresinha”. Procurou Jean Louis, seu estilista preferido, e solicitou que lhe fizesse um vestido inesquecível. E assim ele fez: um vestido tão justo, tão justo, que foi provado diretamente sobre sua pele, para que ficasse o mais justo possível. Acabou lhe custando 5.000 dólares. Uma pechincha.

Ela estava filmando nesta época, e como já não fosse muito pontual, o estúdio lhe ameaçou que, caso viajasse, seria demitida. Ela não se comoveu, e no dia previsto, voou do próprio estúdio para a história.

Peter Lawford apresentou: “Senhor Presidente, para celebrar seu aniversário, a encantadora dama Marilyn Monroe”. Quando ela entrou, todos pararam. Foi quando ela sussurou o “Happy Birthday” mais famoso da história.

O vestido era tão apertado, que ela mal conseguia andar com ele, e como a pele não respirasse, ela teve que tira-lo várias vezes durante a apresentação. Reza a lenda que ela, após o aniversário, recolheu-se a suíte principal, com o homenageado da noite, mas isso já é outra história...


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails