Seguidores

18.12.07

Rita Hayworth

jMargarita Cansino foi e é considerada um dos maiores ícones do cinema, tanto por sua beleza quanto por seu talento. Rita Hayworth, , como ficou conhecida, nasceu em outubro de 1918 e era prima de Ginger Rogers. com 13 anos, já se apresentava em boates mexicanas em Los Angeles. Desde a adolescência foi incentiva (e de certa forma até obrigada) pelo pai a seguir a carreira artística, fazendo aulas exaustivas de dança, até chegar a perfeição.

Rita não nasceu tão bonita assim, na verdade ela se transformou (cabelos na testa foram retirados, atreavés de eletrólise).

Assinou com a Twentieth Century Fox, atuando em mais de 25 filmes. “Paraíso Infernal” (1939) foi seu primeiro grande sucesso. Fez ainda “Sangue e areia”, refilmagem do clássico de Rodolfo Valentino, “Ao compasso do amor”, de 1941 (em que atuava com o grande Fred Astaire). Mas, sem sombra de dúvida, a imagem que mais temos gravada dela é a de “Gilda”, de 1946 (jamais existiu uma mulher assim...).

A ruiva Rita mudou radicalmente sua imagem ao se transformar em uma loira e cortar os cabelos curtinhos para o filme “A dama de shangai”, de Orson Welles (seu segundo marido).

Uma curiosidade a seu respeito é que, embora tenha feito alguns musicais, sua voz era sempre dublada (inclusive na famosa “Put the blame on mame”, de Gilda).

Segundo ela, todas as mulheres possuem uma certa elegância, que é destruída quando tiram a roupa. Essa diva casou-se 5 vezes, uma delas com um príncipe, Aly Khan. O casamento durou pouco tempo, mas com ele Rita teve uma filha. Casou-se também com Orson Wells (com quem teve mais uma filha), Edward Judson, Dick kHaynes e James Hill.

Abandonou a carreirta em 1972, pouco antes de começar a sofrer com o mal que lhe levou a morte. Morreu em 1987, de mal de Alzheimer, aos 69 anos.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails