Seguidores

18.12.07

Rodolfo Valentino

1895 – 1926 ) Rodolfo Alfonzo Raffaele Pierre Philibert Guglielmi nasceu na Itália, numa cidade chamada Castellaneta. Estudou na academia militar e fez faculdade de agricultura antes de ir embora para Paris, em 1912. No ano seguinte ele arrumaria as malas e partiria para os Estados Unidos.
Trabalhou como jardineiro e depois em clubes noturnos, fazendo musicais e espetáculos de dança, isso antes de ser convidado para fazer algumas pontas no cinema.
Seu primeiro longa foi My official wife (1914) e depois disso ele não parou mais. “The Sheik” (1921) o transformou num ídolo para as mulheres. Desde então seus heróis eram homens fatais, atrativos e sempre um conquistador, tornando-se um sex-simbol.
Adulado pelas mulheres, rejeitado pelos críticos de arte, era considerado por muitos, um ator de poucos recursos (talvez ele tivesse crescido mais como ator se tivesse vivido mais).
Bom, alguns dizem que sua vida amorosa foi tão tórrida quanto a que ele vivia nas telas. Casou-se três vezes, mas a verdade é que vivia às turras com sua terceira esposa, Natasha Rambova, o que dava muito assunto para os colunistas de época. Outra coisa é que as más línguas diziam que na verdade, o belo Valentino gostava mesmo era de HOMENS. Isso aí, de homens, tendo vivido romances homossexuais em Paris e nos Estados Unidos. Alguns prováveis amantes seriam o jornalista André Daveen e o ator Ramon Navarro. Dizem ainda que sua maior tristeza foi não ter conquistado Carlos Gardel.
Morreu jovem, muito jovem (aos 31 anos), de peritonite, no auge da carreira, e milhares de mulheres choraram sua perda e algumas até se suicidaram. Na verdade, foi o enterro mais comovente de um artista, visto até então. Desde então tornou-se um mito.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails