Seguidores

18.12.07

Theda Bara

Ela era o oposto da virginal Mary Pickford. Suas personagens, ao contrário da colega, eram sensuais, uma explosão de sexualidade (no sentido lato) num período ainda remoto do cinema. Apareciam sempre de rosto excessivamente pintados e com roupas reduzidíssimas (para a época).
Theda Bara nasceu em Ohio, em 1890 e seu nome verdadeiro era Theodosia Goodman. Para aumentar a áurea de mistério que a cercava, dizia-se que era filha de um artista francês com uma amante árabe. E seu nome era um anagrama de Arab Death (morte árabe).
Mas, apesar disso, dizia-se que era extremamente tímida, exigindo, para que fossem feitas as cenas, que o cenário estivesse às escuras. Bom, lenda ou não, o certo é que ela fez mais de 40 filmes, mas a grande parte hoje em dia já se perdeu.
Seu último filme, Madame Mystey (1929) era uma paródia de si mesma. Ela tinha então 41 anos. Bem, depois, sua carreira acabou no limbo, sendo esquecida quase que completamente.
Ela morreu na Califórnia em 1955, de câncer.
Bem, ela era feia demais. Acho que para qualquer padrão, seja hoje ou ontem. Nunca vi uma cena de filme dela. Busquei algumas fotos em que aparecesse mais apresentável, mas não se pode fazer milagre. Mas, se ela era sensual, e era isso que fazia dela um sucesso, que bom. Ela se destacava mais pela ousadia do que pela beleza. É isso. E tenho dito.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails