Seguidores

2.1.08

Bing Crosby

Harry Lillis Crosby tentou seguir a carreira de advogado, mas seus planos acabaram ainda na universidade, com ele abandonando o curso de Direito. Ele começou cantando na Gonzaga University, em Spokane, Washington. Depois disso entrou para uma Orquestra e daí não parou mais.
Começou a ganhar fama na década de 20, formando um dos componentes do trio "Rhythm Boys". Com eles, rodou o país participando de shows e programas de rádio. Seu mote, até então, era a música, e ele se dedicou a ela como ninguém até então, gravando mais de 300 músicas até o final da década de 50. Entre as décadas 30 e 40, era o mais popular de todos.

Já livre do trio Rhythm Boys, iniciou carreira solo, sendo contratado por Mack Sennett (o descobridor de Charles Chaplin) para atuar em alguns filmes mudos. Pouco tempo depois já era o astro principal da Paramount. Con Bob Hope faria uma dupla interessante de comediantes. Conseguiu destaque em filmes como "Fuzarca a Bordo", "A Sedução do Marrocos", "O Bom Pastor" (ganhou um Oscar por esse filme), "Os Sinos de Santa Maria", "A Caminho do Rio", "Anjos e Piratas", "Natal Branco", "Amar é Sofrer", "Dizem que é Amor", "Robin Hood de Chicago", "A Última Diligência" e o aclamado "Alta Sociedade", em que contracenou com a Grace Kelly e o Frank Sinatra (ainda um iniciante).

"White Christmas", gravado inicialmente para o filme Duas semanas de prazer, de 1944, acabou se tornando sinônimo do natal americano.

No plano pessoal, Bing casou-se 2 vezes. A primeira com a atriz e cantora Dixie Lee, em 1930, com quem teve 4 filhos (Gary, Dennis, Phillip e Lindsay). Ele ficou viúvo em 1952, quando ela morreu de cancer. Depois da morte da primeira esposa, ele teve alguns relacionamentos com atrizes, dentre as quais Grace Kelly e Inger Stevens, casando-se em 1957 com a também atriz Kathryn Grant, com quem teve mais três filhos (Harry, Mary e Nathaniel). Em 1977 sofreu um ataque fulminante do coração, enquanto jogava golf em Madrid e não resistiu. Tinha então 74 anos. Após sua morte, seu filho Gary escreveu um livro em que relatava que a imagem de pai bondoso e homem honrado era mentira. Na verdade seu pai era ausente e causou traumas psicológicos em seus filhos, com seu comportamento errante. No que Phillip, outro de seus filhos rebateu as críticas dizendo que seu pai nunca foi o monstro que seu irmão dizia ser. Bom, intrigas de família a parte, o que nos importa é a obra deixada por esse grande mestre, dentre filmes, discos, programas de tv e participações do rádio.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails