Seguidores

2.1.08

The Saturday Night Kid (1929) - ùnico Registro



Tenho uma certa obsessão: fotos antigas. Em especial as de Rita Hayworth e Jean Harlow.
Gosto de — nas horas ociosas —, vislumbrar tais. Rever traços, sorrisos que divergem do espírito — Jean, lutando por ser simpática com o fotógrafo, isto, logo após a morte de Paul Bern —, luzes, sombras.
Você sabe — creio que todos nós —, que a fotografia é a mãe do cinema. E muitas vezes, o único registro que temos algo que se perdeu.
Rita — nossa inesquecível “Gilda” —, um pouco de sorte teve quando iniciou sua carreira na imensa tela. Os filmes, considerados eram já, como arte. Registros seus, preservados então foram.
Jean — no entanto —, trabalhou em diversas películas — pontas aqui, outras ali. Dela vinha o sustento do lar — como coadjuvante — antes do estouro, do hoje lendário Hell’s Angel, obviamente —, nos loucos anos 20.
Todavia, os filmes eram vistos apenas como item de entretenimento. Muita coisa — boa e ruim —, perdida foi.
E tratando-se de Jean: longa é a lista.
Uma dessas infelicidades tem como título: The Saturday Night Kid (1929) — produzido pela Paramout.
Resta-nos uma fotografia, apenas — guardada a sete chaves pela Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).
Nela, em meio a uma porta estão: Clara Bow — a eterna It Girl —, Harlow e Jean Arthur.

Não há vozes, tão pouco movimentos. Contudo, paira no ar, certa magia.

E a esta magia damos o nome: arte.

Colaboração: Ricardo Stell — Itajaí/SC.

** Belíssimo texto do Ricardo. Quantos de nós temos também essa mania, considerada por muitos, mórbida, de colecionar imagens de pessoas que já se foram. Mas a magia permanece. Aquele momento capturado, imortalizado. Aquele momento que sabemos ter passado, e que nos remete ao que virá também: pois nós um dia seremos apenas registro.


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails