Seguidores

21.7.08

Sandra Dee

Look At Me i'm Sandra Dee / Lousy with virginity / Won't Go To bed / Till I'm legally wed/ I can't I'm Sandra Dee… (Look At Me, I'm Sandra Dee)

Dizia a canção do filme Grease, nos tempos da brilhantina, uma brincadeira com o que a atriz adolescente representara para os jovens da época. Sandra nasceu em New Jersey, em 23 de abril de 1942, e a mãe desde cedo a preparara para ser uma atriz, e para isso não mediu esforços: a colocou logo cedo na escola, e aos 12 a garota já seguia os passos na carreira de modelo. Depois de aparecer em alguns comerciais de TV passou em um teste e fez seu primeiro filme aos 14 anos. “The sail” estreou em 1957, seguido de “The Reluctant Debutante” (1958), “The Restless Years”(1958), mas em Gidget alcançou grande fama no papel da surfista, seguiram-se várias outras produções adolescentes nos próximos anos.

Com 17 anos sua imagem era maciça entre os adolescentes dos Estados Unidos, mas ao resolver casar-se com o também ídolo jovem Bobby Darin arrebentou o coração de boa parte deles. Com Bobby ela teve um filho, Dodd Darin. Seguiu na carreira, com filmes como “Come September” (1961), “Romanoff e Julie”t (1961), e “ Tammy Tell Me True” (1961), “I'd Rather Be Rich” (1964), “That Funny Feeling” (1965), “A Man Could Get Killed” (1966), “Doctor, You've Got to Be Kidding!” (1967), e “Rosie!” (1967). Tudo ia bom até que ela e Bobby se divorciaram, e se já era difícil encontrar papel de adolescente para uma senhora casada, divorciada tornou-se impossível.

Nos anos 70 seguiu carreira com alguns filmes para a TV. Morreu em fevereiro de 2005, aos 62 anos, após quatro anos de luta contra uma doença nos rins. Em 2004, um ano antes de sua morte, ela foi homenageada no filme “Beyond the sea”, que teria Kate Bosworth e Kevin Spacey nos papéis principais.

Um comentário:

Roderick Verden disse...

Muito legal o texto sobre a delicada Sandra Dee. Triste, mas muito triste foi seu fim.

Related Posts with Thumbnails