Seguidores

26.2.09

Liz Taylor de A a Z (ou quase)








Apelido: Liz. Mas ela não gosta de ser chamada assim.








Beleza:
A MGM quis que ela mudasse a cor dos cabelos para louros, afinasse as sobrancelhas e mudasse o desenho de sua boca, para que ficasse mais “americana”, mas a atriz recusou.








Casamentos: Nicky Hilton,Michael Wilding, Michael Todd, Eddie Fisher, Richard Burton, John Warner e Larry Fortensky.








Descendentes: os filhos Christopher Edward Wilding, Michael Wilding Jr, Liza Todd Burton, Maria Burton (adotada) e 9 netos.








Empire Magazine: a considerou a 16ª mais sexy estrela de cinema da história.








Filantropia: Liz fez campanhas, desde a década de 80, de auxílio aos portadores de AIDS. Principalmente depois que sua nora foi vitimada pela doença.








Gays: a atriz se dava muito bem com os gays, o que a torna até hoje uma das atrizes mais amadas.








Hollywood Walk of Fame 6336 Hollywood Blvd:
endereço de sua estrela na calçada da fama.








Internação: A atriz desde cedo teve problemas com drogas, remédios e bebidas, tendo que ser internada diversas vezes para se tratar dos vícios.








Jóias: Liz é uma das maiores colecionadoras de jóias do mundo.








Londres: cidade onde nasceu em 27 de fevereiro de 1932.








Montgomery Clift: Um de seus melhores amigos. Liz estava com ele, quando sofreu um acidente de carro que deixou o rosto do belo ator desfigurado.








Nome completo: Elizabeth Rosamond Taylor








Oscars: Disque butterfield (1960), Quem tem medo de Virginia Wolf? (1966).








Perfumes de sua linha: been Passion (1987), White Diamonds (1991), Diamonds and Rubies, Diamonds and Emeralds, Diamonds and Sapphires and Black Pearls (1995).








Querida amiga: Liz teve um caso com Eddie Fisher, o marido de Debbie Reynolds, e os dois acabaram se casando. Foi um escândalo na época, já que as duas eram muito amigas.








Revista: Apareceu na capa da People Magazines 14 vezes, recorde.








Saúde: Quebrou o pé (10 anos), caiu do cavalo (12 anos), infecção ocular (16 anos), perna quebrada (28 anos), pneumonia dupla (29 anos), mioma e histerectomia (36 anos), nódulos nas cordas vocais (37 anos), tumor no cérebro e intestino(41 anos), cirurgia na coluna (42 anos), bronquite crônica (50 anos), contusão do pescoço (54 anos), pneumonia (58 anos). Vamos parar na quinta década mesmo.








Terceira opção: Joan Collins e Audrey Hepburn foram inicialmente indicadas para fazerem Cleópatra. Liz foi somente a terceira. Com esse filme, Liz ganhou US$ 1 milhão, dando início aos mega cachês.








Um motivo para sua demissão após seu primeiro filme: "olhos velhos e não tinha expressão de criança." Tinha apenas 10 anos.








Violeta: a cor de seus famosos olhos.








Who's Afraid of Virginia Woolf? (Quem tem medo de Virgínia Woof?): um dos 12 filmes que ela fez ao lado de Richard Burton, seu marido e com o qual conquistou o segundo Oscar.


Parabéns, Elizabeth Rosamond Taylor, por seus 76 anos.

2 comentários:

Sônia disse...

Querida Carla

Estou extremamente agradecida por vc ter atendido ao meu humilde pedido. Adorei o capricho das fotos da Liz Taylor e as curiosidades que vc escreveu desta atriz. Afinal, muita coisa que vc escreveu eu nem sabia. Agradeço do fundo do meu coração,pois soube que a Liz completaria 76 em 28 de fevereiro ( neste sábado) e sabendo de tudo o que ela passou na vida ( saúde frágil, uma infância que não era normal, pois era atriz mirim, Adolescência em que com apenas 16 anos já queriam colocá-la como um mulherão ( Ela usava muita maquiagem pesada e roupas justa e com um leve decote). Vi isto naquele filme " O príncipe encantado" , que ela fez com a Jane Powell. Isso em 1948! Sobre os amigos, Liz teve muita sorte de ter esbarrado com o Montgomery Clift. Ambos se conheceram nas filmagens de um dos filmes mais lindos que ela fez " Um lugar ao sol". No início,ela se interessou por ele, pois os dois se davam muito bem. Só que Clift era homossexual e os dois construíram uma amizade que durou até 1966 ( Ano em que Clift morreu). Li que Liz ficou arrassada, pois ambos voltariam a trabalhar no filme " O pecado de todos nós". Foi uma amizade Leal e, certamente, uma das mais verdadeiras que ela teve na vida . Certa vez, li que ela disse que sentia por Clift " um amor platônico". Outro grande amigo dela foi o ator Rock Hudson. Os dois se conheceram também nas filmagens de "Assim caminha a humanidade" e, dessa maneira, nasceu uma amizade que durou até a morte dele em 1985. Por isso, Liz criou uma fundação de combate ao vírus da AIDS. Assim, se tornou uma das primeiras atrizes que se engajaram em campanhas para arrecadar fundos para o combate da AIDS.
Sobre seus casamentos, Liz nunca teve medo de se arriscar. Se casou aos 18 anos e poucos meses depois se separou. Depois, encontrou com o ator Michael Wilding e com ele teve dois filhos. Alguns anos depois, separou-se novamente. No ápice de sua vida profissional, se encantou com o empresário Michael Todd ( Nesta época, estrelou " Assim caminha a humanidade", o fiasco " A árvore da vida" ( Fiasco de filme que lhe valeu sua primeira indicação ao oscar) e o clássico " Gata em teto de zinco quente" em que aparece mais sensual ( deixando de lado aqueles personagens ingênuos de mulheres apaixonadas). Daí, Liz começa a mostrar que não era apenas um rostinho bonito e recebe por "Gata em teto de zinco quente" sua segunda indicação ao oscar. Nas filmagens deste filme, Liz fica viúva de Michael Todd. Isso fez ela entrar em depressão. A partir daí, ela começa a interpretar personagens mais complexos com em "De repente, no último verão" ao lado de duas feras: Katharine Hepburn e seu amigo Montgomery. No finalzinho dos anos 50, Liz se envolveu num escândalo ao assumir seu romance com o cantor-ator ( Eddie Fisher), pois a sociedade americana era muito metida a conservadora e, o pior de tudo, hipócrita. Só que Liz não se abateu e seu casou com Eddie em 1959. Algum anos depois, Liz conheceria o seu mais famoso marido ( Lembrado até hoje) nas filmagens de Cleópatra. Particularmente, creio que Richard Burton foi o grande amor na vida de Liz. Ambos, firmaram parceria em vários filmes como em "Adeus às ilusões, " Quem tem medo de Virginia Woolf", "Doutor Faustus", " A megera domada".Casou-se duas vezes com Richard. Ambos, se separaram em meados dos anos 70.Acredito que se Richard estivesse vivo, com toda certeza, rolaria um terceiro casamento com ele. E assim foi a vida de Liz, entre encantos e desencantos. Por isso, eu a admiro! Ela é uma sobrevivente, pois não se deixou abater. Se caía, com todas as sua forças se levantava novamente. Parábéns, Liz pelos 76 anos. Vc merece toda a felicidade do mundo!

M. disse...

A cada de A a Z você se supera! Adoro vir aqui! Beijo!!

Related Posts with Thumbnails