Seguidores

20.3.09

Foto: Adriana Franciosi

Liza Minnelli mostra simpatia e carisma em encontro com jornalistas


Gustavo Brigatti | gustavo.brigatti@zerohora.com.br


Ela é o que se convencionou chamar de diva. O que significa, no mínimo, mau humor e afetação. Mas Liza Minnelli não tem nada disso. Ela chega para falar com programas de TV em uma sala do hotel Sheraton, em Porto Alegre, fumando um reles Marlboro Light, sorriso aberto, distribuindo "his" e "hellos" a poucos mais de 24 horas de seu show na cidade. O staff que a segue é impassível, espécie de guarda pretoriana tão desnecessária quanto a tensão que tomava conta do local minutos antes.

Liza sabe o que faz. Antes da primeira entrevista, retoca sozinha a maquiagem, espalhando um pouco mais de pó nas bochechas. Orienta os cinegrafistas e opina sobre a iluminação. Quando o microfone é ligado, não foge do protocolo. Promete um show com muitas surpresas, diz adorar a música do mundo todo embora nutra especial carinho pela brasileira, e cita Tom Jobim.

Diz que sente-se melhor do que nunca, impressiona-se com a nova geração (é fã de Pink e Michael Bublé e gravou com o My Chemical Romance em 2006) e cansou de filmes, preferindo concentrar-se nos musicais.

A exemplo do que havia feito em entrevista à última edição do DonnaZH, não foge a qualquer pergunta. Drogas, álcool, casamentos desfeitos, altos e baixos da carreira e até Michael Jackson. No intervalo, mais uma visita à nécessaire improvisada para um cigarro e retoque no batom. Para a segunda gravação, pede para mudar o cenário, ri alto com o entrevistador e conta histórias que quase todo mundo já sabe.

Fonte: Zerohora

2 comentários:

Sônia disse...

A Liza é super simpática. Assisti uma entrevista dela na televisão e fiquei impressionada com sua simplicidade e carisma . Só poderia ser mesmo filha da Judy Garland que também era uma graçinha de pessoa.

Sônia disse...

Carla.

Não se esqueça da Jean Simmons ( Ela já tem 80 anos) Uma atriz britânica super talentosa que fez o filme " O manto Sagrado" e também eu a vi em " Da terra nascem os homens". Só um filme dela eu não vi " Entre Deus e o pecado". Ela merece ser lembrada pelo seu blog. Quase ninguém mais fala nela. Não deixe que ela caía no limbo do esquecimento. Vi alguns filmes dela em Dvd e ela já é uma senhora bem idosa. Nem sei como ela está hoje, pois as fotos que vejo dela são quando ela era jovem. Minha avó também gostaria de ver uma matéria sobre ela no purviance.

Related Posts with Thumbnails