Seguidores

26.3.09

Tudo sobre Jean Harlow - Parte 2

Curiosidades


— Nem sempre as sobrancelhas de Jean Harlow foram finas. Inicialmente elas eram tão cheias quanto à de Clara Bow. Vê-se isto nitidamente comparando as imagens da atriz em Hell’ Angels (1930) e The Girl from Missouri (1934)


— Reza a lenda que sua cama era uma réplica da concha na qual Vênus surge vinda do mar no quadro O Nascimento de Vênus, do pintor renascentista Botticelli.


— Marilyn Monroe era apaixonada pela atriz, tanto que mantinha uma foto dela no seu camarim. Provável o suposto namoro de Jean com Gable que tenham motivado a atriz a tentar ter um caso com este, enquanto contracenavam Os Desajustados.


— Max Factor — um dos maiores maquiadores de Hollywood — é que teve a idéia de clarear os cabelos da atriz ao ponto deles se tornarem loiros platinados. Também com ela, estreou a paleta make-up, com os tons exatos para a atriz. Esta paleta se tornou obrigatória em todo o cinema, e é usada até os dias de hoje.


— Gwen Stefani — ex-cantora do No Dout — interpretou a atriz no filme O Aviador de Martin Scorsese. O diretor a escolheu após ver uma sessão de fotos que cantora fez para uma revista inspirada em Marilyn Monroe. Para o papel, Gwen leu duas biografias sobre Harlow e assistiu dezoito filmes protagonizados pela diva.


— Em junho de 1999, o Instituto Americano de Filmes, elegeu as 100 Maiores Lendas do Cinema nos últimos 100 anos. Jean Harlow ficou na vigésima segunda posição.


— Seus hobbies eram golfe e tênis.


— Jean usava óculos quando precisava ler. Mas, foi poucas vezes fotografada com estes.


— Nem sempre Harlow usou as madeixas loiras que a eternizaram. Meses depois da morte do esposo, cortou os cabelos e utilizou uma peruca para circular entre o público sem ser reconhecida.


Características Faciais


Além das sobrancelhas finas e os cabelos loiros platinados, a atriz tinha algumas características faciais que destacavam:


— Possuía olhos extremamente grandes — algo incomum — conhecido como “olhos de boneca”, além de serem verdes.


— Seus cílios se sobressaíam naturalmente — o que destacava seus olhos. Hoje em dia, utiliza-se rímel nos cílios inferiores e superiores para conseguir um efeito artificial parecido.


— Lábios em formato de coraçãozinho — naturais, sem a necessidade da utilização de batom para simular tal.


— Também tinha uma pinta no rosto, que virou moda entre as mulheres da década de trinta.


Cenas Que Você Precisa Conhecer


Além da lendária cena de Hell’s Angels citada anteriormente no texto, podemos destacar outras cenas na carreira da atriz:


Double Whoopee: quando seu vestido fica preso no carro.


The Girl From Missouri: quando a atriz tenta acompanhar um grupo de dança. Ou no instante em que ela e outras atrizes tentam colocar seus vestidos para um show.


— Bombshell: um casal de São Bernardo que a ataca quando está próxima a uma escada. Ela segura um cãozinho de pelúcia na mão. Os closes do seu rosto neste filme são os melhores de sua carreira.


— Platinum Blonde: o filme inteiro é maravilhoso. Um duelo de atrizes ao cargo de Harlow e da talentosa Loretta Young. Robert Williams também não deixa por menos.


— Reckless: neste filme com direção de David O. Selznick, Jean é Mona Leslie, uma dançarina cujo seu marido se mata quando descobre que ela tem um caso com outro. Este outro é ninguém menos que William Powell — que no filme interpreta Ned Rile — e fora casada com Carole Lombard. Harlow dá uma palhinha do seu talento como cantora, cantando o tema do filme.


Livros


Jean Harlow — An Intimate Biography de Irving Shulman.

Esta biografia — que infelizmente parece estar voltada para a os prováveis casos que atriz teve após a morte de Bern, mostrando-a quase como uma ninfomaníaca, veio a ser traduzida no Brasil, e circulou por aqui entre os meados dos anos 60 e 70. Facilmente encontrada nos sebos da capital paulista e na capital paranaense, serve como início para aqueles que querem conhecer um pouco mais da atriz.


Platinum Blonde — The Life and Legends of Jean Harlow de Eve Golden.

Sem tradução no Brasil, contém boas fotos. Uma ótima biografia sobre a atriz.


A Vida Sexual Dos Ídolos De Hollywood — Nigel Cawthorne.

Nos Estados Unidos saiu em dois volumes. No Brasil, foi editado somente em um. Jean Harlow tem um capítulo à parte. Cawthorne baseou-se nas biografias acima para criar seu livro. Ainda neste consta à história de outros atores e atrizes como Greta Garbo, Chaplin, Gable, Rita Hayworth. Um banho de tradução ao cargo de Gabriel Manzano.


Citações Literárias


— No seu último livro — O Último Magnata — Francis Scott Fitzgerald — um dos maiores escritores de todos os tempos — comenta sobre uma lista de recados que seu personagem Monroe Stahr — um bem sucedido produtor de Hollywood — recebeu. Entres estes está: Fairbanks, Spiros Skouras — presidente da Twenty Century Fox nos anos 20 — e da atriz Jean Harlow. Ver capítulo 5 (Editora L & PM Pocket).


Assista Na Íntegra


Mesmo após décadas do seu falecimento, Harlow continua tendo uma infinidade de admiradores. Muitos destes, tem utilizado a rede mundial de computadores para manter a memória da atriz viva — além de apresentá-la a outras gerações.


Abaixo links no qual você poderá ver dois filmes na íntegra — infelizmente sem legendas — a saber: Bombshell e Reckless. O endereço indicado é apenas da primeira parte de cada um deles. Mas quando você estiver assistindo poderá ver na lateral esquerda, quais os outros links das partes seguintes:


— Bombshell: http://www.youtube.com/watch?v=SePjywlNNxo&feature=related

— Reckless: http://www.youtube.com/watch?v=s2CZBZgtfLs&feature=related


Mais

Abaixo dois links imperdíveis. Não são os filmes na íntegra, mas cenas especiais escolhidas a dedo.


— Platinum Blonde: http://www.youtube.com/watch?v=H87Vit10I-8

— Coletânea de imagens de Harlow no cinema dos filmes (Dinner at Eight, Platinum Blonde, Hell’s Angels e Bombshell). O interessante é que se pode ver as mudanças nas sobrancelhas da atriz e no corte de cabelo. Hell’s Angels nunca foi lançado no Brasil, o que valida ainda mais as imagens deste filme que aparecem no vídeo para os fãs brasileiros:

http://www.youtube.com/watch?v=XCMcDMg1DlM&feature=PlayList&p=066284A4954A7866&playnext=1&playnext_from=PL&index=140


Sites


— Site oficial: http://www.jeanharlow.com/

— Site feito por um fã (completíssimo, inclui imagens raras e é possível baixar apresentações da atriz nas rádios americanas): http://www.jeanharlow.org/

— Doctor Macro (site especializado em fotografias, não somente de Jean Harlow, mas de centenas de atores e atrizes do cinema. De Ava Gardner a Zigfield Folies. Possui diversos trechos de filmes liberados para download): http://www.doctormacro1.info/


No Brasil


— Os loiros platinados estilo Jean Harlow, tempos atrás, foram febre no país graças à talentosa atriz Caroline Dickeman que utilizou-os — a cor era idêntica aos de Harlow —, mas não consta registros que Caroline tenha se inspirado na atriz americana para escolher a cor dos seus cabelos.


Filmografia

Why Is a Plumber? (1927) — algumas biografias insistem que este filme é de 29, desmentido conforme biografia no site oficial da atriz (ver Biography)

Honor Bound (1928)

Chasing Husbands (1928)

Moran of the Marines (1928)

Liberty (1929)

The Unkissed Man (1929)

Double Whoopee (1929)

Thundering Toupees (1929)

Bacon Grabbers (1929)

Weak But Willing (1929)

Fugitives (1929)

Why Be Good? (1929)

Close Harmony (1929)

The Saturday Night Kid (1929)

The Love Parade (1929)

This Thing Called Love (1929)

New York Nights (1929)

Hell's Angels (1930)

City Lights (1931)

The Secret Six (1931)

The Public Enemy (1931)

Iron Man (1931)

Goldie (1931)

Platinum Blonde (1931)

Three Wise Girls (1932)

The Beast of the City (1932)

Red-Headed Woman (1932)

Red Dust (1932)

Hold Your Man (1933)

Dinner at Eight (1933)

Bombshell (1933)

The Girl from Missouri (1934)

Reckless (1935)

China Seas (1935)

Riffraff (1936)

Wife vs. Secretary (1936)

Suzy (1936)

Libeled Lady (1936)

Personal Property (1937)

Saratoga (1937)


Colaboração - Ricardo Steil

2 comentários:

M. disse...

Pense em uma superbiografia! Gostei de todo o histórico! Beijo grande.

Ricardo Steil disse...

Thanks, Meg.

Related Posts with Thumbnails