Seguidores

14.1.10

O filme perdido de Charles Chaplin: "A Woman of the Sea"

Em 1923, Edna Purviance fazia seu último filme ao lado de Charles Chaplin: The Pilgrim - O pastor de almas (1923) . Chaplin despedia-se de sua atriz principal que fora sua companheira de tela durante 8 anos. Mas ele não queria deixá-la a míngua, e pretendia iniciar uma carreira de sucesso para Edna em dramas. Resolveu produzir e dirigi-la em  A Woman of Paris: A Drama of Fate - Casamento ou luxo (1923):

O filme não foi sucesso, e a surpresa causada por um filme de Chaplin sem Chaplin, somada a drama (gênero que ele nunca dirigira antes) fez dele um fracasso. Vendo hoje em dia o filme, chegamos à conclusão de que se talvez Chaplin não tivesse colocado seu nome como diretor, este poderia ser considerado um dos maiores clássicos do cinema mudo.

Em 1926 ele estava filmando The Circus, e entregou a direção de um novo filme em que Edna atuaria, “A Woman of the Sea” (1926) para Josef von Sternberg.

image

Seria o primeiro filme em que ele apenas produziria, deixando o resto à cargo de outras pessoas. Quem conhece Chaplin sabe que ele não era muito bom em delegar funções, e gostava de participar de todas as fases da produção.

Mas ele nunca aprovaria o resultado final do filme. Resolveu jogar tudo fora. Talvez temesse outro fracasso como o anterior estrelado por Edna Purviance, ou talvez fosse o velho problema de só aprovar algo que em que ele tivesse total participação.

Sabe-se lá.

O que sabemos é que ele mandou queimar tudo em junho de 1933. Ainda surgiram boatos dizendo que ainda havia uma cópia do filme, mas nada foi confirmado.

Para piorar a situação, sua esposa Oona O’Neil, seguindo suas recomendações, queimou os últimos registros em 1991.

Só recentemente, em 2005 foram descobertas algumas fotos do filme:

0036_awomanofthesea_list

 

ednacover

Linda Wada, escritora americana fã de Edna Purviance (e amiga aqui do nosso site), publicou um livro recentemente, o único até agora sobre a atriz. Nele ela mostra algumas dessas fotos (umas inclusive coloridas).

Quem quiser conferir um pouco mais (e adquirir o livro), segue o link da página oficial: http://ednapurviance.com/index.html

Um comentário:

Magda Miranda disse...

Ah eu já vi esse site e fico morrendo de curiosidades de ler este livro. Nem traduziram ele ainda para o português...

Related Posts with Thumbnails