Seguidores

10.5.10

111 anos de Fred Astaire

 


A história da dança em Hollywood pode ser separada entre antes e depois de Fred Astaire. O ator iniciou a carreira cedo, aos cinco anos, ao lado de sua irmã Adele, ainda em Londres.
Fred e Adele
Fez uma pequena ponta em 1915 no cinema. Mas sua estréia mesmo só ocorreu em 1933 em "Dancing Lady", ao lado de Joan Crawford.
Fred e Joan Crawford
Suas marcas registratadas eram seu fraque impecável, a cartola e a elegância. Curiosamente não usava cintos, mas uma gravata em volta da cintura. Ele copiou a idéia de seu amigo e também ator Douglas Fairbanks. Suas pernas chegaram a ser seguradas em um milhão de dólares.
Fred e Rita Hayworth
Apesar de ter dançado ao lado de grandes damas do cinema, como Rita Hayworth, Leslie Caron, Cyd Charisse, Joan Crawford, Judy Garland, dentre outras, sua maior parceira sem sombra de dúvidas foi Ginger Rogers, com quem mantinha uma relação delicada: os dois não se entendiam, e Ginger achava o perfeccionismo de Fred seu maior defeito. Os dois trabalharam juntos em 10 filmes.
Fred e Ginger
Filmes ao lado de Ginger Rogers: The Barkleys of Broadway (1949), Carefree (1938), Flying Down to Rio (1933), Follow the Fleet (1936), The Gay Divorcee (1934), Roberta (1935), Shall We Dance (1937), The Story of Vernon and Irene Castle (1939), Swing Time (1936) e Top Hat (1935)
Fred e Ginger
Em 1949 Fred recebeu um Oscar por sua contribuição aos Musicais, e foi Ginger Rogers quem lhe entregou o prêmio. Curiosamente, os dois estão enterrados no mesmo cemitério, Oakwood Memorial Park, Chatsworth, na California.
Fred e Ginger
Fred não gostava de dançar em sua vida particular. Dizia que a dança de salão o entediavam. Sua grande paixão era mesmo a corrida de cavalos, tanto que se casou em segundas núpcias com Robbin Smith, uma jóquei.

Dançou ao lado de Gene Kelly, outro grande dançarino das telas, em somente um filme: Ziegfeld Follies (1945). Os dois voltaram a se apresentar para o documentário "That's Entertainment" (1974), quando já estavam aposentados das telas.
Fred e Gene Kelly
Michael Jackson ficou nervoso quando soube que conheceria Fred Astaire, e ficou espantado com a simplicidade do grande astro.
Fred e Michael Jackson
Por favor, sem penas! Leslie Caron pediu para ela mesma criar seus figurinos para o filme que estrelariam juntos, "Daddy Long Legs" (1955). Fred lhe pediu que, pelo amor de Deus, não fizesse o vestido de penas. Isso porque ele sofreu horrores ao dançar com Ginger Rogers em "Top Hat" (1935) enquanto as penas de avestruz voavam em torno de seu rosto. A cena foi recriada, de forma hilária em "Easter Parade" (1948), onde ele e Judy Garland fizeram uma paródia à cena, com Judy interpretando uma dançarina atrapalhada:
Top Hat (1935)


Easter Parade (1948)

Publicado inicialmente no site www.cinemaclassico.com

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails