Seguidores

9.6.10

Filmes mudos com trilha sonora ao vivo em São Paulo

Onde:

Rua Cisplatina, 505, Ipiranga - São Paulo

Fone: 11/2063-0901 e 2273-2390

Email de contato: bmrobertosantos@yahoo.com.brEste endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Segue programação de Mostra de Cinema Mudo em São Paulo

Braza Dormida
Braza Dormida, Brasil, 120 min, 1928
Direção: Humberto Mauro
Elenco: Nita Ney, Luiz Soroa, Máximo Serrano Com Laércio de Freitas, pianista, maestro, compositor e ator. Ganhador do Kikito Festival de Gramado pela trilha sonora do curta-metragem "Amassa que elas gostam"
O jovem Luís Soares é mandado para o Rio de Janeiro pelo pai industrial, para estudar. Na cidade grande, consegue emprego como gerente de uma usina no interior e se apaixona pela filha do proprietário.
Dia 12 às 19h


Seleção de curtas
Com o grupo Frame Circus, que mistura drum machine, sampler, bases sequenciadas em laptop, guitarra, sintetizadores analógicos, piano elétrico, instrumentos de percussão e objetos não usuais como placas de metais e instrumentos de sopro para crianças. Compõe o Frame Circus: Tatá Aeroplano (das bandas Cérebro Eletrônico, Jumbo Elektro, Zeroum), Maurício Fleury (Multiplex e Le Rock Démodé) e Paulo Beto (compositor e produtor de música eletrônica).
Dia 19 às 19h

Annabelle dança e dança
Annabelle Dances and Dances, 1895, 6 min
Direção: W.K.L.Dickson, Willian Heise, James White Uma das primeiras estrelas do cinema, a dançarina Annabelle faz movimentos fluidos como serpentinas e borboletas. Este é um dos primeiros filmes artísticos da história do cinema.


A vida e o amor do sexo frágil
Das Leben und die Liebe Eines Zartlichen Geschlechts, 1927, 13min
Direção: Stella Simon and Miklos Bandy
Coreografia de mãos humanas inspiram uma narrativa pictórica tradicional, começando pela simbologia da Capela Sistina e, logo depois, evocando o sexo frágil. Simon, no entanto, transforma esta simples e melodramática história de amor em um curta-metragem feminista.
Desfile do palco em cascata
Footlight Parade by a Waterfall, 1933, 10 min
Direção: Busby Berkeley for Warner Brothers A coreografia de nado sincronizado é um pretexto para este especialmente singelo e estético curta-metragem de Berkeley. Chama a atenção as filmagens embaixo d'água e os ângulos em que toda a coreografia é mostrada por diferentes perspectivas.


A alegria de viver
Le Joie de Vivre, 1934, 11 min
Direção: Anthony Gross and Hector Hopper Anthony Gross é mais conhecido como ilustrador e pintor e, por isso, seus filmes animados refletem seu diferente estilo gráfico, porém, com uma sofisticada coreografia de linhas e espaços. Ele também faz uma referência velada ao filme Saída da Fábrica de 1931.
Princípios Mecânicos
Mechanical Principles, 1930, 10 min
Direção: Ralph Steiner
Classificado também como um filme coreográfico, este curta apresenta engrenagens e pistons em movimentos verticais e rotatórios, um tributo à era das máquinas em pleno início do século XX.


Terra da Lua
Moonland, 1924, 11 min
Direção: Neil Mcguire e William A. O'Connor Influenciado pelo livro O Mágico de Oz, de L. Frank Baum, o diretor faz uma viagem com um menino e seu cãozinho para o mundo da lua, onde cenários são pintados e muita tecnologia recente para a época foi utilizada.
The Furies
1934, 3 min
Direção: Slavko Vorkapich 
Jurando Vingar
1925 – 57 min
Direção: Ary Severo
Numa zona canavieira do interior do estado do Pará vive o herói Júlio Serra, plantador de cana. Vivendo próximo, Zé Morais, seu inimigo, não o deixará em paz.

Aitaré da Praia
Ficção, Brasil, 1925, 62 min
Direção: Gentil Roiz, Ary Severo
Com a Blind Sound Orchestra, formada pelos sanfoneiros cegos, José Rosa de Rio Claro e Vilson Raimundo de Itajai. Participou em 2008 do Festival Brasil em Cena II em Berlim.
Filme da fase muda no cinema brasileiro, conta a história de Aitaré, que namora Cora, uma moça da aldeia. Numa viagem de jangada, ele salva o rico coronel Felipe Rosa e sua filha. De volta a cidade grande, Cora e Aitaré se desentendem. Cinco anos mais tarde o motivo será esclarecido.
Dia 26 às 19h

Noticia publicada inicialmente no site www.cinemaclassico.com

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails