Seguidores

29.7.10

Theda Bara

Hoje, 29 de julho, seria aniversário da diva do cinema mudo, Theda Bara.

Os estúdios venderam a imagem de Theda Bara dizendo que ela era filha de um artista francês com uma amante árabe, e que seu nome, Theda Bara, era um anagrama de Arab Death (traduzindo, morte árabe). Na verdade ela jamais foi à França ou sequer passou perto do Egito.

theee

A verdade era menos interessante, e ela nasceu no Ohio, em 29 de julho de 1885, EUA, filha de um alfaiate judeu, e foi registrada com o estranho nome de Theodosia Burr Goodman. Além disso era muito tímida, chegando a exigir, durante as filmagens, que poucas pessoas estivessem nos estúdios e que ele, de preferência, estivesse às escuras.

thee2

Apesar disso, ficou conhecida como uma das vamps do cinema, precursoras das mulheres fatais. A primeira grande sex symbol. Após o código de produção ser estabelecido em 1930, seus filmes foram banidos, devido aos figurinos transparentes e sensualidade.

thee3

Foram mais de 40 filmes realizados entre 1914 e 1926. Destes, somente seis sobreviveram. Isso porque um grande incêndio na FOX, ocorrido em 1937, levou embora a maior parte deles.

SF32526

A atriz chegou a ganhar 4000 dólares por filme, quantia considerada exorbitante para a época. Também pudera, era, juntamente com Charles Chaplin e Mary Pickford, uma das mais populares estrelas do cinema mudo.
Fora de cena, ela viveu com sua mãe e irmãos em Nova York, seguindo para Los Angeles, atpé que o sucesso bateu-lhe a porta com Cleopatra (1917). Infelizmente não existem cópias deste filme sobrevivente, e as imagens que temos, é somente de fotografias.

thee5

O fim da carreira começou quando ela se cansou da imagem de Vamp. Ela não queria mais renovar o contrato com a Fox, e depois de "The Lure of Ambition" (1919) deu um tempo das telas até o retorno, em 1925. No ano seguinte faria seu último filme, "Madame Mystery" (1926), em que fazia uma paródia de si mesma.

thee6

A atriz terminou seus dias vivendo em Nova York, ainda rica, devido ao enorme sucesso que teve em sua juventude. Houve interesses em realizar uma cinebiografia sobre ela, em 1949, mas o projeto foi engavetado. Caso fosse realizado, traria Betty Hutton interpretando a atriz conhecida como a Serpente do Nilo. Theda morreu de câncer em Los Angeles, em 1955. Tinha 70 anos.

thee7

6 comentários:

Roderick Verden disse...

Não sabia nada disso, Carla. Ela nunca se casou?! Já pensei em postá-la no meu humilde blog.

Prolfaças!

M. disse...

Carla, está lindo seu novo layout! Esse Hays Code da década de trinta era uma grande besteira. Que bom que ele não alcançou os filmes anteriores de Theda Bara... Uma pena muitos dos filmes dela terem se perdido.

Sônia disse...

Carla

Nem conhecia o trabalho da Theda Bara. Gostei de saber um pouco sobre ela no seu blog. É verdade que a Greta Garbo fez também filme mudo. Dá pra postar alguns.

El Museo de la Luna disse...

Magníficas fotografías. Felicidades por el buen gusto.

Anônimo disse...

Hey guys,

Would you like to watch the new movie the last exorcism online ? It is not released yet but you can watch the last exorcism online for free already!

Click here to [url=http://watchthelastexorcismonline.net/watch-the-last-exorcism-online-free.php]watch the last exorcism online[/url]

Danielle disse...

Carla, grande homenagem à Theda Bara! Adorei as fotos (dava tudo pra ver o filme em que ela figurava como Nossa Senhora...). Não sabia sobreviveram 6 filmes dela. Tenho o clássico A fool there was e um curta em que ela não passa de um vulto (20 minutes to hollywood?). Queria muito conhecer outros!

Bjs
Dani

Related Posts with Thumbnails